Rute Rocha

Nasceu em 1978

Iniciou o seu trabalho em 1995 na O.T.A, em 2000 termina o curso de Artes do Espetáculo, na Escola Profissional de Artes e Ofícios do Espetáculo – Chapitô, no qual realça o trabalho com Carlos Pimenta, John Bee, Kot Kotescki, John Mowat, Ávila Costa e José Wallenstein.

Em 2007 termina a licenciatura de Teatro/Formação de Atores e encenadores da Escola Superior de Teatro e Cinema destacando no seu percurso o trabalho com Francisco Salgado, Álvaro Correia, Pedro Matos, Carlos J. Pessoa, Nuno Carinhas, José Peixoto, Rogério de Carvalho, João Brites e Paulo Pereira.

No mesmo ano trabalha como assistente de encenação de Luís Castro, nos trabalhos Visões Sobre Cemitério de Pianos, de José Luís Peixoto e O Homossexual ou a Dificuldade em Exprimir-se, de Copy, ambos nos Espaço Karnart.

Como atriz destaca os seus trabalhos em “O Libertino” de Luís Pacheco, encenação de António Olaio, “Equivoco” de Albert Camus, encenação Coletiva, “Stella e Simão” de Marie Louise Gay, encenação de Susana Arrais, “Fernando e Gabriela” de Cristina Cruz e Gonçalo Passinhas, encenação de José Mateus, “Peça Felicidade” de Jacinto Lucas Pires, encenação de Francisco Salgado.

Como encenadora destaca o espetáculo “Xavier” de Javier Tomeo , “Histórias de Muitas Coisas” de Paula Castro Rosa e “Uma Questão de Principio” inserido nas CURTAS 2010 dos Primeiros Sintomas, “Tem o Medo Muitos Olhos” de Luis Miguel Viterbo, “É Perigoso Debruçar-se” de Miguel Castro Caldas.

É cofundadora e diretora artística da Gato que Ladra.

 

 

_

Download C.V. completo

Go to Top